sábado, 14 de junho de 2008

Se o poeta cala o seu pensamento

Pico da Maria Vieira (Ilha Terceira)

Foto dedicada a uma amiga e Irmã Anabela Vieira, Algarve.
Obrigado por este poema.
Uma forte abraço para ti, teu marido e tuas filhas.
Os Açores esperam por vocês.

Se o poeta cala o seu pensamento
o seu peito estala com o sentimento
para ele dar fala ao seu sentimento
em versos embala
o seu pensamento

e quando ele escreve aquilo que sente e transmite agente o sonho que teve
então ele exala um fundo suspiro
que como uma «bala» dá morte ao vampiro

depois já liberto desse pesadelo no espaço aberto o seu pensamento voa...voa...voa
e é só escrevê-lo (Autor: Bela Vieira)

13 comentários:

mareiro disse...

O conjunto de fotos e textos é excelente. Parabens!

Nuno de Sousa disse...

Magnifica foto amigo Emanuel, esse paraiso esta mesmo ai e eu aqui... espero no próximo mês estar perto desse paraíso :-)
Um abraço e parabéns pelo belo poema.
Abraço forte,
Nuno de Sousa

Astrid Annabelle disse...

Emanuel,
em primeiro lugar quero agradecer a gentileza em visitar meu blog e a paciência em postar em cada mensagem. Respodi a todos os seus comentários. Confira!
Em segundo lugar está lindíssima a foto desse seu post. Lindo lugar. E linda poesia.
Como já escreveram, foi um casamento perfeito!
Parabéns por seu trabalho aqui.
Continue.
Abreijos ( abraço + bj)
Ma Jivan Prabhuta

João Henrrique disse...

Caro Emanuel

Já tinha visto as tuas páginas e tudo o que me mandaste,só que me esqueci de dizer-te.

Gostei muito e desconhecia as tuas habilidades. A minha visita foi rápida mas deu para ver un trabalho bem feito.
Com que então temos fotógrafo ?

E poesia ?

Antes de mais um abraço de parabéns pelo teu trabalho e continua.

JOÃO HENRIQUE

lagartinha disse...

Um bom início de semana.
Por favor, participem na votação que está a decorrer no clube entre hoje e amanhã. É importante.
Obrigada
CLUBE DE BLOGUISTAS PORTUGUESES

george disse...

Un monte muy compartido, el verde es fantástico, el contraste de colores es genial.
Un abrazo

Lyra disse...

Tropecei no teu blog e adorei. Parabéns!

Voltarei com toda a certeza.

Até breve.

;O)

mundo azul disse...

Maravilhosa sua foto! O texto é muito lindo...
Beijos de luz e muita alegria no seu coração!!!

Alberto Correia disse...

Sabes o que eu gostava?
Ter veia poética!... não a tenho, mas às vezes apetece-me escrever, só que tenho um problema com a escrita ............ a perguiça é maior que o papel e a caneta.
E depois quem iria gostar do que escrevo de vez em quando se nem eu gosto?...
Abraços cá do Continente

Jacinta Dantas disse...

Ola,
estou por aqui conhecendo seu espaço. Espaço de lindas fotos e de versos encantadores. Gostei, especialmente do poema O mundo de pernas ao ar...
uma homenagem ao amor e à vida como ela é, um dia após o outro, como Deus quer.
Um abraço

Nélia disse...

Emanuel
Fiquei muito feliz com a sua visita e comentário.
Gostei de saber das maravilhas bordadas que há por aí. Como bom fotógrafo que é, porque não faz umas fotos deles, e, quem sabe ,arranja por aqui um cantinho também para os mostrar?
A toalha da sua avó, pelo carinho com que foi feita, bem que merecia um poema seu...fica aqui o desafio...
Uma boa semana
Um abraço
Nélia

João Videira Santos disse...

Há fotos que substituem as palavras mais inspirativas....é o caso. Parabéns!

Fernando Rozano disse...

Amigo Emanuel, feliz fico eu ao te encontrar em outro espaço, espaço de conjugação texto/imagem que tem como alicerces teu talento, tua sensibilidade. Receber tua visita foi um grande presente e estarás entre os meus links. Grande abraço.