segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Exposição "Por detrás de um rosto"

"Por detrás de um rosto"

No próximo dia 4 de Fevereiro pelas 10h na Escola Profissional de Praia da Vitória vai ser inaugurada uma exposição de fotografia e poesia. As fotografias a Preto e Branco,bem como as quadras, tem por objectivo mostrar rostos de pessoas internadas no hospital psiquiátrico ou Casa de Saúde São Rafael. Exposição de fotos da autoria do meu filho.

Fotografia: Héber Azevedo

http://heberphotos.blogspot.com/

Poesia: Emanuel Azevedo

Por detrás de um rosto…

Há um brilho nos olhos,

Um coração que bate,

Com amor aos molhos.

Por detrás de um rosto…

Há um lindo sorriso,

Muita alegria,

Porque assim é preciso.

Por detrás de um rosto…

Há muita felicidade,

Amor abundante,

Beleza… Beldade.

Por detrás de um rosto…

Se sente saudade,

Tristeza… Alegria…

Felicidade…

Por detrás de um rosto…

Há um ser humano,

Ás vezes maltratado,

Por alguém desumano.

Por detrás de um rosto…

Também se pode gritar,

De dor ou alegria,

De um coração a sangrar.

Por detrás de um rosto…

Quanto sentimento,

Numa vida constante,

Desalento.

Por detrás de um rosto…

Alguém quer brincar,

Cantar e dançar,

Num constante sonhar.

Por detrás de um rosto…

Reflectindo paixão,

Alguém que precisa,

Que se lhe dê a mão.

Por detrás de um rosto…

Por vezes a chorar,

Talvez por um desgosto,

De a saúde faltar.

Por detrás de um rosto…

Cansado da vida,

Às vezes pacata,

Outras sofrida.

Por detrás de um rosto…

Se esconde a luz,

Quando irreflectida,

Tristeza produz.

Por detrás de um rosto…

Uma personalidade querida,

Paz interior,

Pela vida corrida.

Por detrás de um rosto…

Alegria em abundância,

Saber viver,

Com elegância.

Por detrás de um rosto…

Muitos eventos ocorrem,

Alegria ou desgosto,

Todos eles morrem.

Por detrás de um rosto…

Há paz e serenidade,

Um refrigério na mente,

No corpo tranquilidade.

Por detrás de um rosto…

Um coração a doer,

Cheio de cicatrizes,

Não consegue esquecer.

Por detrás de um rosto…

Um ser a sentir e a pensar,

De quem viveu a vida,

Num complexo verbo amar.


24 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO MANUEL, BELÍSSIMO POEMA... SIMPLESMENTE SUBLIME... ESPERO QUE SEJA UM SUCESSO O EVENTO... UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Adrian LaRoque disse...

Belo poema, parabéns!

Déia Mota (Srta Pooh) e Chef Mota disse...

Olá
Gostaria de estar ai e com certeza iria prestigia-los
Desejo que seja um grande sucesso aos dois
Linda semana a vc e sua familia
bjinhos carinhosos

Sandra Rocha disse...

Então tal pai tal filho :)
De certeza que vai ser um grande sucesso e é uma causa nobre.
Sucesso para os dois.
Beijinhos.

Nélia disse...

Olá Emanuel!

O novo visual do blog está óptimo!

O maior sucesso para a exposição e muitos parabéns ao pai e ao filho pelas suas artes.
Votos de uma óptima semana
bjs
Nélia

Ferreira-Pinto disse...

Porque é sempre de bom tom (e sinal de boa educação) agradecer as visitas e os elogios, vinha aqui com esse fito e isto a propósito do seu comentário à minha foto do cacto com gelo.

Pois bem, tenho de acrescentar que muito me deliciaram estas suas preciosidades da natureza e os pormenores quase íntimos que soube captar nas suas fotos.
Muito belas.
Um abraço a partir daqui

tulipa disse...

Votos de muito sucesso com essa exposição, pena eu estar tão longe, estaria presente com toda a certeza.

A Índia inspira qualquer pessoa.
Coincidências ou não, está patente ao público uma exposição de 30 fotos sobre Goa, no Museu da Electricidade, em Lisboa.

Dentro de uma semana ficará aberta ao público a minha 1ª exposição individual de fotografia, também com 30 imagens e também sobre a Índia.

"Jesus Never Fails" reúne uma série de 30 imagens tiradas em Goa. Já anteriormente apresentada no ano passado, esta versão da série, agora apresentada, inclui novas imagens e conta com a edição de um catálogo.

Com entrada livre, a exposição estará patente até 15 de Março, de terça-feira a domingo.
QUERO IR...QUERO VER...

Esta notícia faz-me sonhar: quando terei eu...um dia, oportunidade de expor num lugar como o Museu da Electricidade...? Quicá...

Boa semana.

croqui disse...

belo blog! belos posts! belas fotos!

Daniel J Santos disse...

Excelente.

belíssimo blogue em todos os aspectos.

Manuela Azevedo disse...

lindo o teu blog Emanuel as tuas fotos também mas esses poemas para a exposição do Héber estão lindissimos vai ser uma exposição expetacular pai e filho juntos. São uma dupla perfeita tenho muito orgulho em voçês. Vos amo muito.

Emanuel Azevedo disse...

Obrigado Manuela, te amo muito, tu é que me dás a inspiração. Obrigado pelo teu apoio, compreensão,dedicação e acima de tudo... obrigado pelo teu amor.

Helena Paixão disse...

Muitos, mas mesmo muitos parabéns amigo Emanuel!
Deve estar duplamente orgulhoso pois não é toda a gente que tem a felicidade de participar numa exposição em parceria com um filho - ele com as fotos e o Emanuel com poemas, certo?
Tem todos os ingredientes para ser um verdadeiro sucesso, com a agravante de ter por base uma causa nobre.
Felicidades a ambos!

Emanuel Azevedo disse...

Obrigado Helena, sim nesta exposição as fotos são da autoria do meu filho os poemas é que são meus. Mas ainda vamos (não sei quando) fazer uma exposição mista, com fotos e poemas dos dois. Um beijinho para ti e um forte abraço para o Nuno.

Nuno de Sousa disse...

Bem... tal como disse a minha Paixão e concordo só pena não poder estar perto para ver essa bela exposição mas ficarei espera dessas fotos.
Que seja um sucesso e parabéns a ambos... estamos convosco.
Nuno

Emanuel Azevedo disse...

Obrigado Nuno, depois vou enviar-te as fotos. Um forte abraço e obrigado pelo apoio.

Viver é Bom ! ! ! disse...

Emanuel,
Lindo poema...
lindo de arrepiar...
Estou sorvendo-o até agora !
Parabéns !
Beijo,
Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

xistosa - (josé torres) disse...

Por detrás de um rosto,
uma expressão calma,
que um corpo composto,
pode possuir alma.

Por detrás de um rosto,
não se pode ver, não
se é um monstro,
se um terno coração.

Obrigado pela visita.
Pouco percebo de fotografia.
Sei o que gosto e não gosto.
O primordial para alegrar um rosto e sentir-me bem.

A flor do eucalipto está espectacular.
Desculpe a ignorãncia, mas é que tentei fotografar algumas que apanhei e trouxe para casa e numa jarra, para a segurar, não saiu nada ...

Tenho umas flores dum cacto com o mesmo sistema.
Duas ficaram mais ou menos ...
Mas para além da máquina, também há que ter conhecimentos técnicos que nunca ouvi falar.

E pelo comentário que me deixou, levou-me a uma realidade.
É que nem coloquei o local onde foram "tiradas" as fotos ...

Apesar da base do blog ser a pirataria de tudo, como estou velho, deixei-me dessas aventuras.
Mas foi uma falha imperdoável.

Sobre macros, estamos conversados ... só me lembro de espreitar por um velho Teodolito, quando algures estudei topografia.
Agora destes que captam uma amiba a 100 metros ...

Mais uma vez obrigado.

Vou tentar aparecer mais vezes ... talvez não seja em breve (vou ser operado), mas apareço!

Emanuel Azevedo disse...

Obrigado amigo José, o poema é lindo. Que corra bem a operação. Um forte abraço para ti e rápidas melhoras.

Geraldo Maia disse...

Amigo Emanuel,
É um imenso prazer visitar tão encantador espaço como este que nos apresenta. A poesia e as belas fotos.
Cordialmente, do Brasil:
Geraldo

tulipa disse...

EU...
ainda estou que nem sei,
sinto-me levitando.

Que ninguém
hoje me diga nada.
Ainda estou em transe,
após a montagem da exposição...
Imaginemos que era daqueles eventos
em que, havia inauguração com a artista presente, fotógrafos e comunicação social à volta...
Ui...nem quero pensar nisso!!!
Um acto de absoluta solidão
deu-me tanto prazer,
com uma imensidão
de pessoas, como seria?

Anuncio e faço o convite para a minha exposição no blog:
http://momentos-perfeitos.blogspot.com/

Lógico que entendo não ser possível todas as pessoas a quem participo, estarem presentes, no entanto gostaria que visses o convite, pois escolhi a melhor foto da exposição para o fazer.

Bom fim de semana

tulipa disse...

PARABÉNS
PELA
JUNÇÃO
DE DUAS COISAS QUE ADORO:

POESIA

E

FOTOGRAFIA.

Vieira Calado disse...

Pois...
O verbo amar é muito complexo.

Não dá para fotografar...

Um abraço.

rui disse...

boa noite.. Emanuel venho lhe agradecer o seu comentário.. e dizer que gostei imenso dos textos que aqui li até agora .. as fotos
fantasticas que aqui tem ..conclusao o seu blog e bonito
o poema que fez para o seu filho
"tenho medo".. penso que todos os Pais.. tem medo que algo de pessimo aconteca aos seus filhos..
Passar hoje ao lado de tanta porcaria que existe neste Mundo ..
É nessessario ter uma enorme forca de vontade para nao se meter nelas
Ter um grupo de amigos....saudavel deve ser talvez o principal bem que pode existir neste Mundo...
e agora .. despeco-me ..sei que vou aqui voltar.... Um abraco para Si.. e mais uma vez obrigada por me ter adicionado.
Rui

JOSÉ NEVES disse...

Que pena a distância ser tão grande, teria imenso gosto em visitar a exposição pois sei que certamente será um sucesso.

Parabéns a ambos, um grande abraço.